Falta foco à moda brasileira

17 de August de 2007 11:08 comentários2
Anúncios

Com tanto trânsito no meio mundial da moda, Giovanni Bianco se exaspera ao ver a insignificância do Brasil neste circuito. “A moda brasileira não tem relevância internacional porque, apesar de criarem bons produtos, as marcas não têm foco real de produção nem de distribuição. É um pecado o país não estar disputando o mercado global como deveria”, diz.

Ele se incomoda com a indiferença dos estrangeiros em relação à  moda brasileira. “Jornalistas do exterior que vêm ao paí­s, inclusive para as semanas de moda, passam mais tempo nas boates e no Copacabana Palace do que nos desfiles.”

Na sua opinião, o excesso de individualismo é um dos fatores que atrapalham a moda brasileira. “O que virou o marketing de moda no Brasil? É sair em coluna social”, observa. “Existem poucas pessoas preocupadas em pensar o futuro do business. Temos que ser menos individualistas e criar, juntos, novas soluções.”

Bianco vê a moda no paí­s – da imprensa às  fashion weeks- como um sistema organizado É base de permuta e patrocí­nio, mais do que como negócio real. “Bato palmas para quem faz as semanas de moda, mas hoje elas têm um grande buraco: está faltando conteúdo e edição”, afirma. “A moda é um todo, não pode ser o que acontece numa semana apenas. A marca São Paulo Fashion Week se tornou mais importante que qualquer grife individual.”
Para ele, as marcas brasileiras precisam investir na “cultura da qualidade” e numa renovação do streetwear. “Ninguém espera que o Brasil faça prét-à-porter de luxo, o que não quer dizer que não possamos fazê-lo. Mas muitos no mundo aguardam daqui um novo streetwear, jovem e casual”, diz Bianco.

Leia a matéria completa na Folha de São Paulo.

Falta foco à moda brasileira

Fashion Bubbles


Tags:
Loja Fashion Bubbles